15 de Dezembro de 2017

Report: notícias

Report é pioneira no Brasil no Standards Exam da GRI

A Report fecha 2017 com importantes conquistas nos programas de engajamento da Global Reporting Initiative (GRI). Fomos pioneiros na introdução da metodologia de relato no Brasil, ainda nos anos 2000, e mantivemos essa postura ao nos posicionarmos entre as consultorias mais qualificadas na nova versão das diretrizes GRI (Standards).

Somos a única consultoria no País que, além de membro da Gold Community e do grupo Standards Pioneers, recebeu certificação no Standards Exam. É um teste voltado à verificação de conhecimentos na nova forma. Fabíola Nascimento, membro da nossa equipe de consultoria, foi aprovada nesta semana.

Na prática, isso significa que podemos levar aos nossos clientes informação precisa, relevante e aprofundada sobre a metodologia, além de estarmos alinhados às melhores práticas, experiências e novidades de sua aplicação em nível global.

Conheça mais sobre a GOLD Community aqui

Confira o grupo Standards Pioneers: clique aqui.

Veja a lista dos aprovados no GRI Standards Exam aqui.

 
 
 
 
8 de Novembro de 2017

Report: notícias

samarco lança relatório bienal

A Samarco Mineração S.A. publicou recentemente seu Relatório Bienal 2015-2016. O documento é resultado de um longo processo de elaboração, marcado por um contexto difícil e complexo para a empresa – que, em novembro de 2015, ganhou visibilidade nacional e internacional com o rompimento da barragem de Fundão, no município de Mariana (MG). 
 
 
A mineradora, controlada pelas acionistas Vale e BHP, é cliente da Report desde 2012 e já havia produzido relatórios anuais em parceria em anos anteriores, na década de 2000. Para conduzir um trabalho dessa complexidade, o processo de construção do relatório contou com diversas etapas – incluindo um novo estudo de materialidade, elaborado segundo a metodologia da Global Reporting Initiative (GRI) considerando o atual cenário da companhia, e uma coleta abrangente de dados qualitativos e quantitativos. A publicação foi auditada pela PwC.
 
 
A base de indicadores reportados busca refletir o momento da empresa, com informações de dois anos – 2015 e 2016 – que abrangem períodos antes, durante e após o rompimento da barragem de Fundão. A ideia é que, assim, os públicos-chave do documento possam entender como a Samarco operava, como buscou responder à emergência e como trabalha, hoje, para garantir a segurança de suas estruturas e retornar à atividade. O documento traz, ainda, uma mensagem de pesar pelas 19 vítimas, além do resultado da investigação independente contratada pelas acionistas para entender as razões do rompimento da barragem.
 
O Relatório Bienal 2015-2016 da Samarco está disponível em versões on-line e PDF. Para acessá-lo, clique aqui
 
 
 
 
24 de Outubro de 2017

Report: notícias

report promove oficina sobre engajamento e estratégia no RJ

Diante dos desafios sociais, ambientais e econômicos enfrentados pelas empresas nos dias de hoje, a gestão da sustentabilidade deve ser prioritária nas estratégias de negócios em qualquer segmento.  Os caminhos para incorporar esse imperativo à realidade foram o tema da oficina “Engajamento e estratégia para a sustentabilidade”, promovida no Centro Cultural Light (Rio de Janeiro, RJ), em 5 de outubro. Foi a oportunidade para compartilhar as recentes experiências da Report no campo da consultoria voltada ao planejamento estratégico de seus clientes.
 
Além da apresentação principal, conduzida pelo consultor Victor Netto, o encontro também contou com a participação de Glaucia Terreo, representante da Global Reporting Initiative (GRI) no Brasil, que fez a abertura do evento. Na plateia, especialistas de empresas como Enel, Oi, Casa da Moeda, Ipiranga, Prudential, Previ e Light. 
 
Para iniciar a discussão, Glaucia Terreo falou de sua preocupação sobre os resultados efetivos da gestão da sustentabilidade no Brasil. “O país vem caindo no ranking mundial da transparência e a desigualdade social ainda é uma das maiores do mundo”, discursou Glaucia. “A GRI existe para ajudar as empresas a ter mais transparência, mas só fazer relatórios não é suficiente. É preciso ter gestão efetiva.”
 
 
Para exemplificar, a especialista convidou Patrícia C. de Queiróz, gerente de análise de risco da Fundação Real Grandeza, a falar sobre seu trabalho. O fundo de pensão dos funcionários das empresas Furnas e Eletronuclear é um dos maiores investidores privados do país e tem se esforçado em aplicar critérios de sustentabilidade em suas decisões de investimento. “Trabalhamos ativamente junto às empresas nas quais investimos e também instigamos os gestores de fundos externos a adotarem esses critérios”, afirmou Patrícia. 
 
Com a apresentação “Inserindo a sustentabilidade no planejamento estratégico das empresas”, Victor Netto falou sobre as principais tendências atuais sobre o tema. Mais interação entre as organizações e seus stakeholders, a definição clara dos processos de geração de valor das empresas e o compromisso com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU foram citados como direcionadores. “Cada vez mais, vemos empresas definindo seus propósitos: para quê eu sirvo no mundo? Qual problema eu resolvo?”, disse Netto. Essas tendências, segundo o consultor, provocaram uma mudança de atitude no mundo corporativo. “Se há 10 anos a prioridade era mitigar os impactos causados, em 2017 a ideia é que as empresas sem impactos positivos”.
 
Em seguida, foram abordados os cases das empresas VLI, Ipiranga e Valia – que contaram com a Report na definição de seus planejamentos estratégicos. “Fizemos uma pesquisa aprofundada com nossos stakeholders e procuramos entender as mudanças no mercado. Onde estaremos daqui a 50 anos? A sustentabilidade no planejamento ajuda nessa compreensão”, contou Beatriz Roza, da Ipiranga. 
 
 
 
 
 
4 de Setembro de 2017

Report: notícias

Tigre lança seu primeiro relato GRI

Com mais de 75 anos de história, o Grupo Tigre tem hoje posição consolidada no mercado brasileiro, como maior fabricante de plásticos para construção e liderança em tubos e conexões de PVC. A fim de divulgar à sociedade suas práticas socioambientais e de governança, a companhia divulgou seu primeiro Relatório de Sustentabilidade construído na metodologia da Global Reporting Initiative (GRI), com apoio da Report nas frentes de conteúdo, design e consultoria de indicadores.

A decisão de comunicar o desempenho em escala anual tem relação direta com novidades na visão de futuro da Tigre. Com planos de ação que mobilizaram diversas áreas, inclusive a alta liderança, foi elaborada nos últimos dois anos uma estratégia voltada à sustentabilidade, conectando este tema ao negócio.

O amadurecimento é um dos destaques da narrativa do relatório, que dá ênfase a assuntos como inovação, pioneirismo, confiança dos clientes e do mercado e responsabilidade socioambiental. Neste último aspecto, as ações do Instituto Carlos Roberto Hansen e os projetos voltados a temas como água e saneamento – cruciais ao negócio – são detalhados.

Para conferir o relatório, clique aqui.

 
 
 
 
30 de Agosto de 2017

Report: notícias

Casa da Moeda lança primeiro relatório GRI

Uma das mais longevas instituições públicas brasileiras (foi fundada em 1694), a Casa da Moeda do Brasil (CMB) nunca tinha publicado um relatório de sustentabilidade. Para apresentar seu desempenho nos anos de 2015 e 2016 e resumir um pouco de sua história centenária, a empresa convocou a Report. O resultado (confira aqui) está disponível em uma variedade de formatos: website, PDF completo e PDF resumido, todos em três idiomas (português, inglês e espanhol).
 
 
Com a publicação, o Brasil se junta ao pequeno grupo de países cujas Casas da Moeda já lançaram relatórios GRI - uma lista que inclui o Canadá, a Austrália e a Colômbia. A Report produziu o conteúdo e o design do relatório, além de ter conduzido a consultoria GRI e o processo de materialidade. O Relatório de Sustentabilidade 2015/2016 enfoca os principais produtos e serviços oferecidos pela Casa da Moeda, a organização de sua governança corporativa, o desempenho financeiro e operacional do biênio e as iniciativas de gestão ambiental da empresa. 
 
O envolvimento da CMB nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (Rio 2016) merece destaque em um capítulo especial. A instituição produziu as medalhas entregues aos campeões olímpicos, além de medalhas de participação nos Jogos, moedas comemorativas e impressos de segurança. O processo de produção das medalhas envolveu uma série de inovações tecnológicas e o cumprimento de requisitos de sustentabilidade. Entre os exemplos destacados, o uso de madeira certificada pelo Forest Stewardship Council (FSC) e o emprego de metais nobres extraídos sem o uso de mercúrio. 
 
 
 
 
24 de Julho de 2017

Report: notícias

Relatório da Previ inclui dados financeiros e de sustentabilidade

Desde 2012, a Previ – o fundo de previdência complementar dos funcionários do Banco do Brasil – produz seus Relatórios Anuais com o apoio da Report. Como em todos os anos desde 2011, a publicação agrupa em um único documento dados relativos às finanças e à sustentabilidade da Previ. 

Apresentado em formato de hotsite e PDF, o Relatório Anual 2016 enfoca as decisões estratégicas tomadas pela entidade no ano; o desempenho e a rentabilidade de seus investimentos; e a situação econômico-financeira de seus planos de benefícios. Um capítulo específico foi dedicado às iniciativas de comunicação e de transparência acerca dos resultados e dos processos de gestão da Previ, voltadas aos associados da entidade e à sociedade em geral.

Maior instituição do segmento brasileiro de fundos de pensão, a Previ é signatária dos Princípios para o Investimento Responsável (PRI) da Organização das Nações Unidas. Em 2016, divulgou publicamente sua Comunicação de Engajamento nos princípios do Pacto Global. Essas iniciativas em prol da responsabilidade corporativa também estão descritas no Relatório Anual.

A edição 2016 da publicação, publicada no primeiro trimestre de 2017, contou com consultoria GRI, redação, edição e design da Report.

Conheça o relatório aqui.

 
 
 
 
7 de Julho de 2017

Report: notícias

Relatório do inpEV detalha logística reversa

O Relatório de Sustentabilidade 2016 do inpEV mantém o histórico de prestação de contas da instituição, que já venceu duas vezes o Prêmio Abrasca de melhor relatório de Organizações não Empresariais (2008 e 2015). 

O inpEV é o núcleo de inteligência do Sistema Campo Limpo, que é responsável pela destinação ambientalmente adequada de 94% das embalagens primárias de defensivos agrícolas comercializadas no Brasil. O trabalho é referência em logística reversa no mundo.

Parceira de longa data da Report, o inpEV buscou evoluir a publicação apresentando em um infográfico a complexa rede que forma o sistema envolvendo produtores rurais, indústria fabricante e distribuidores e revendedores dos agroquímicos. O relatório é publicado nas versões PDF e hot site, em português e inglês. A Report apoiou a organização na consultoria GRI, conteúdo, design e web.

Conheça o relatório aqui.

 
 
 
 
4 de Julho de 2017

Report: notícias

EcoRodovias aposta em conectividade no relatório

A EcoRodovias, um dos maiores grupos privados de infraestrutura do Brasil, divulgou ao mercado seu Relatório Anual e de Sustentabilidade 2016. Em mais um ciclo de comunicação de desempenho, a Companhia apresenta seus investimentos em ecoeficiência, diferenciais competitivos e indicadores sociais, econômicos e ambientais, com base na metodologia da Global Reporting Initiative (GRI) e nas diretrizes do International Integrated Reporting Council (IIRC).

Neste ano, destaque para o exercício de aprofundamento da descrição da estratégia do Grupo – que, sob influência do modelo IIRC, busca conferir maior conectividade aos conteúdos, como os ligados às mudanças climáticas e aos riscos não financeiros. Entre os temas-chave de 2016, estão a revisão do Código de Conduta; a conclusão de um novo processo de materialidade; o Programa de Eficiência Energética, alvo de mais de R$ 8,6 milhões em investimentos; e os estudos em alternativas ecoeficientes de pavimentação e obras nas rodovias.

A apresentação do Modelo de Negócios da empresa, a relação entre os investimentos e os objetivos estratégicos e a indicação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e capitais (IIRC) tratados em cada capítulo são outro recurso de comunicação relevante: buscam alinhar o relato aos instrumentos de mercado de referência.

Para acessar o relatório, clique aqui.

 
 
 
 
4 de Julho de 2017

Report: notícias

Ambev divulga seu relatório

Com nosso apoio na redação e edição, no design e na consultoria GRI, o Relatório de Sustentabilidade d2016 da Ambev foi lançado também no primeiro semestre do ano.

A publicação apresenta os investimentos em inovação, ecoeficiência e governança do grupo cervejeiro – presente em 18 países e líder na América Latina. 

Para acessar o relatório, clique aqui.

 
 
 
 
4 de Julho de 2017

Report: notícias

Hospital Alemão Oswaldo Cruz lança seu primeiro GRI

Outro relatório recém-lançado pelos clientes da Report é o do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, instituição com 120 anos e referência em procedimentos de alta complexidade, especialmente oncologia e doenças digestivas.

Pela primeira vez no modelo GRI, o documento destaca os projetos de expansão e os indicadores de qualidade, segurança, ecoeficiência e performance financeira da Instituição - uma das principais na saúde privada da América Latina. Além do relatório completo, a publicação conta com uma versão resumida com os principais destaques do ano.

O processo de materialidade realizado entre o fim de 2016 e o início de 2017 com apoio da Report contou com uma consulta on-line com a participação de mais de mil pessoas entre colaboradores, fornecedores, jornalistas, operadoras de planos de saúde, corpo clínico e concorrentes, além de entrevistas com especialistas e a alta liderança do hospital. O trabalho resultou em uma lista de oito temas prioritários cuja gestão foi destacada no relatório.

Confira o relatório aqui.

 
 
 
 

Pages

Subscribe to Blog